Fitocosméticos: autonomia e empoderamento

EMAIL
FACEBOOK0
FACEBOOK
GOOGLE
INSTAGRAM0
PINTEREST0
PINTEREST

b8529e4ddf8a2c44b0bd426c1f84ee78Assim como há um movimento muito forte em prol da alimentação natural e orgânica, há um crescente interesse nas pessoas em conhecer os cosméticos que fazem parte do seu cotidiano. Infelizmente quase todos os cosméticos industrializados possuem composições muito agressivas, rótulos desonestos e substâncias tóxicas, que com seu uso prolongado e contínuo podem acabar trazendo malefícios à saúde e à beleza do corpo.

Antes mesmo de nascermos já estamos predestinados a ser pacientes e consumidores das indústrias farmacêutica e cosmética. Milhares de pessoas dão lucros à essas indústrias durante toda sua vida. Sem perceberem, são manipuladas e bombardeadas pela mídia que apela violentamente pelo consumo de produtos que destroem o Planeta, a saúde e a qualidade de vida de todos os seres.

Em geral as mulheres usam cerca de 8 produtos cosméticos por dia, enquanto os homens usam cerca de 5 produtos. Como nos livrar dessas substâncias tóxicas presentes nos cosméticos industrializados, se são itens indispensáveis de nossos hábitos diários de higiene pessoal?

Uma solução são os Fitocosméticos
Fitocosméticos Fito vem do latim Phyto e significa planta; cosméticos vem do grego kosmetés, escravos na Grécia Antiga que cuidavam e embelezavam os cabelos de homens e mulheres. É um segmento da Cosmetologia que se dedica ao estudo e à aplicação dos extratos e princípios ativos obtidos dos vegetais em proveito da higiene, estética e saúde do corpo.

Na produção de Fitocosméticos muitas substâncias tóxicas presentes nos cosméticos industrializados não são utilizadas, pois são desnecessárias. Um exemplo são as cores e fragrâncias sintéticas. As cores aparentemente inofensivas e sedutoras dos cosméticos podem ser muito prejudiciais com o uso contínuo e prolongado. As fragrâncias sintéticas utilizadas em produtos cosméticos podem ter cerca de 200 ingredientes. Não existe forma de saber quais são os produtos químicos que as compõem, porque nos rótulos só vêm descritas como “fragrâncias”. Entre os problemas provocados por estes químicos estão dores de cabeça, tonturas, irritações, hiperpigmentação, tosse forte, vômitos, irritação cutânea – e a lista continua.

É possível utilizar matérias-primas que fazem parte do nosso dia a dia na produção dos próprios cosméticos, é necessário apenas romper com alguns mitos e conhecer as formulações, muito simples e práticas de serem manipuladas.

Alguns produtos contém bases químicas, porém menos agressivas que os cosméticos convencionais. Seus princípios ativos são naturais, preservando todas as potencialidades e características das ervas, plantas e flores, atuando somente para a saúde e beleza do nosso corpo.

Com alguns conceitos simples, noções básicas da Aromaterapia e conhecimentos ancestrais da Tradição Oral é possível adquirirmos autonomia com relação aos cosméticos que consumimos, em busca de um caminho para uma vida mais plena e empoderada.

Texto – Colaboração:

556524-463763860338900-1966906859-n-150x150Michele Távora
Pedagoga e criadora do MagaTerra Fitocosméticos, que tem por responsabilidade resgatar o poder químico natural presentes na natureza na forma de cosméticos naturais,produzidos artesanalmente.

 

Agenda Michele Távora em Dezembro:

12235132_1063439540363655_6813340352190671050_n